• 1 de December de 2021

Como abrir um negócio local

Estude antes de começar seu próprio negócio O medo de abrir seu próprio negócio costuma estar relacionado à insegurança ou aos riscos dessa viagem. No entanto, lembre-se de que esses fatores …

Dulce María se torna a ex RBD mais ouvida no Spotify, mesmo fora do último projeto da banda

A cantora despontou apenas com projetos da carreira solo A cantora Dulce María acaba de ultrapassar Maite Perroni e se torna a ex RBD com mais ouvintes mensais no Spotify. O …

5 pequenos reparos que podem transformar o espaço de home office

Álbum contém os quatro singles anteriormente lançados e mais quatro ainda inéditas, como a potente música título O trabalho remoto veio para ficar. Confira pequenas mudanças que você pode fazer para …

Álbum contém os quatro singles anteriormente lançados e mais quatro ainda inéditas, como a potente música título

O trabalho remoto veio para ficar. Confira pequenas mudanças que você pode fazer para deixar o escritório em casa mais confortável, agradável e ergonômico

A pandemia de Covid-19 obrigou as pessoas a mudarem radicalmente seus hábitos e estilo de vida. Durante o período pandêmico, uma das medidas mais eficazes para controlar a disseminação do vírus foi e continua sendo o isolamento social, que levou milhões de habitantes no mundo inteiro a passar mais tempo em casa.

E isso inclui o mercado de trabalho. Empresas de todos os portes e órgãos públicos precisaram se adaptar rapidamente à nova realidade, colocando seus colaboradores para exercer as atividades remotamente, no regime home office. 

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostrou que, entre maio e novembro de 2020, 74 milhões de brasileiros estavam trabalhando de casa. O número representa 11% da força de trabalho ativa do País.

A percepção é a de que o home office caiu no gosto dos colaboradores. Um levantamento feito pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP apontou que 70% dos brasileiros gostariam de continuar trabalhando remotamente.

As empresas também parecem estar satisfeitas com os resultados do novo esquema de trabalho. Prova disso é que apenas 7% das companhias brasileiras pretendem descartar o home office após o fim da pandemia, de acordo com um estudo realizado pela consultoria Grant Thornton, com mais de 5 mil empresários em 32 países.

Os números mostram que o home office não é apenas uma tendência: ele veio para ficar. Apesar disso, muita gente ainda encontra desafios para se adaptar ao novo modelo. 

Um deles passa pela qualidade da área de trabalho do funcionário, tendo em vista que é difícil reproduzir o escritório corporativo com os recursos que se tem em casa. Afinal, dá para melhorar o home office sem quebradeira e gastando pouco?

A resposta é: com certeza! É possível implementar pequenas mudanças que vão fazer toda a diferença para deixar seu espaço de trabalho mais confortável, ergonômico e bonito. 

São reparos que você mesmo pode fazer se tiver algumas habilidades manuais. Se não se sentir confortável, você pode contratar um montador de móveis para realizá-los para você!

Confira algumas dicas para transformar seu espaço de home office:

  1. Invista em uma cadeira adequada 

Empresas precisam seguir normas trabalhistas para manter seus escritórios em conformidade com as exigências de ergonomia, evitando prejuízo à saúde de seus funcionários.

No home office, porém, este cenário muda de figura. Afinal, a maioria das casas não foi configurada para receber escritórios. Apesar disso, é muito importante redobrar a atenção com sua ergonomia, mesmo trabalhando remotamente.

O primeiro passo é investir em uma boa cadeira . As cadeiras de escritório possuem regulagem dos braços, do assento e do encosto. Isso garante mais conforto para quem passa muitas horas em frente ao computador.

Apesar de não serem baratas, são bastante resistentes e durarão por muitos anos. Além disso, uma boa cadeira trará muito mais qualidade de vida para a sua rotina. Ao fim do expediente, seu corpo agradecerá!

  1. Se possível, tenha uma mesa só para trabalhar

Assim como a cadeira, a mesa também é um elemento muito importante para a boa ergonomia em um home office. Porém, é preciso avaliar se há um espaço disponível na sua casa para uma mesa exclusiva para o trabalho.

Se esse for o seu caso, prefira uma que tenha entre 72 cm e 75 cm de altura. Ela dará o suporte necessário para que suas pernas fiquem em uma posição confortável sem sobrecarregar a sua coluna. Fique atento também às medidas de profundidade e largura.

Existem diversas opções de mesa de escritório ou escrivaninhas disponíveis no mercado. Antes de realizar a compra, avalie as medidas do produto e também o espaço que você tem à disposição na sua casa.

Hoje em dia, as mesas de trabalho indicadas para uso doméstico exigem pouco trabalho na hora da montagem. Mas, se não sentir segurança para fazer você mesmo, procure um montador de móveis. Ele solucionará o problema em poucos minutos!

  1. Faça bom uso da iluminação — natural ou artificial!

Se possível, monte seu home office próximo a uma janela. Isso tornará o ambiente mais agradável, além de ajudar a economizar energia. 

Além do mais, é importante ter uma boa fonte de iluminação artificial. Para o teto, aposte em lâmpadas na temperatura de cor branca fria. 

Ter uma luminária direcionável próxima à mesa também é uma boa pedida para quando você precisar de um ponto específico de iluminação, ou se estiver trabalhando à noite. Uma cortina persiana pode ajudar, também. 

  1. Pinte o cômodo com as cores certas

Está sem ânimo para trabalhar? Ou então procrastinando para realizar determinada tarefa? As cores do seu home office podem influenciar a sua produtividade sem você nem perceber!

Utilizar as cores corretas, seja nas paredes, móveis ou acessórios, pode ajudar a criar uma atmosfera de trabalho mais produtiva. A paleta escolhida pode impactar até mesmo na concentração, na criatividade e na energia.

Cores vibrantes, como amarelo ou vermelho, são conhecidas por serem mais estimulantes e podem desencadear emoções mais fortes. Tons de verde e azul inspiram equilíbrio e confiança, além de ajudarem a manter a produtividade.

Caso você goste muito de uma cor e não queira descartá-la, apesar de seus efeitos, aposte em tonalidades pastel ao invés das vibrantes. Isso ajudará a construir um ambiente mais tranquilo e que valoriza a concentração.

Atualmente, as principais marcas de tintas do mercado disponibilizam aplicativos para testar suas cores. Você pode tirar uma foto do ambiente que deseja pintar e testar várias opções diferentes até encontrar a sua preferida.

  1. Aposte nas plantas!

Se você quer deixar seu cantinho de trabalho mais aconchegante sem gastar muito, que tal adicionar plantas? Há variedades que exigem pouco cuidado, o que é ótimo para os “pais de planta” de primeira viagem.

Além de deixar o ambiente mais bonito e personalizado, as plantinhas trazem uma série de benefícios para a sua saúde: algumas ajudam a relaxar e outras a diminuir o stress. 

Para acomodar as verdinhas, que tal uma prateleira? Ela pode ser bem simples, já que a beleza das plantas será a grande atração deste espaço.