• 16/05/2022

Como elaborar um portfólio literário: expondo o seu trabalho

Ao contrário do que muitos pensam, escrever não é um dom. Podemos nascer com uma maior aptidão à escrita, mas é necessário muito treino, estudo e dedicação para conseguir colocar em …

Dicas para escolher um bom seguro de bike para o seu bolso

Escolher um seguro para um produto que utiliza com frequência é fundamental. Porém, ainda mais importante que escolher um é saber a maneira correta de o fazer. É por isso que …

Entenda um pouco mais sobre harmonização facial

Você já ouviu ou sabe o que é a harmonização facial? Esse é um termo que chama muita atenção ultimamente, pela promessa de um rosto que seja mais bonito e harmônico. …

Se você é o tipo de pessoa que faz compras impulsivas, deve imaginar o grande impacto que essa despesa tem em seu planejamento financeiro.

Isso se torna um problema quando as suas economias saem do controle e essas compras acabam gerando dívidas.

Para evitar esta situação, fizemos este texto explicando o que são essas compras impulsivas e como conseguir ter gastos mais racionais que não impactem a sua saúde financeira.

O que são compras impulsivas?

Compras impulsivas são aquelas em que fazemos sem refletirmos se de fato precisamos daquele item ou se temos dinheiro para pagá-lo quando vier a fatura do cartão de crédito.

Essas compras costumam ser feitas quando vemos promoções ou recebemos cupons de descontos em nossas lojas favoritas. Também é comum termos essas atitudes quando temos algum evento especial e queremos comprar uma roupa ou acessório específico, por exemplo.

Por que fazemos compras por impulso?

Há muitas razões para fazermos compras por impulso e a principal delas é o medo de perdermos um desconto e o preço do produto subir depois.

Outro motivo é o prazer que sentimos ao realizar uma compra, o que é uma fuga para a ansiedade de muitas pessoas.

Mas toda essa recompensa vira um problema muito maior quando não temos condição de arcar com aquela despesa porque, assim, precisamos lidar com dificuldades financeiras e altas taxas de juros.

Muitas vezes, as compras no cartão de crédito são as principais causas de endividamento, devido às altas taxas de juros. Com isso muitos acabam trocando essa dívida por um empréstimo com taxas mais baixas.

Contudo, é possível ter um olhar mais criterioso em relação a comportamentos que são tomados que desencadeiam em compras por impulso. 

Como identificar compras por impulso nas suas finanças?

Diante desta realidade, se você tem dificuldade em identificar quais são as suas compras por impulso, siga as dicas abaixo que irão ajudar você nesta jornada.

Verifique sua fatura

Comece observando a fatura do seu cartão de crédito e débito. Procure encontrar um padrão entre os meses de compras que você nem lembra ou de itens que são mais superficiais.

A fatura mostra o estabelecimento e o valor gasto, o que permite que você identifique o percentual aproximado do seu salário que é utilizado com compras impulsivas.

Observe gatilhos que te levam a consumir

Seja realista e observe quais são os gatilhos que te levam a consumir. Muitas pessoas se atraem por promoções e descontos. Outras se interessam mais por produtos e serviços bem avaliados no mercado. E ainda há as pessoas que consomem quando confiam na opinião de influenciadores e marcas.

É importante que você se conheça e observe em quais desses perfis você se encaixa para conseguir resistir quando se depara com um desses gatilhos.

Além disso, mesmo que você esteja muito tentado a realizar uma compra, pense se realmente estará adquirindo algo importante e se conseguirá quitar aquela despesa ao final do mês. 

Identifique seu sentimento após a compra

Faça uma reflexão e identifique o seu sentimento após a compra. Você pode sentir satisfação, mas ela é decorrente do item que você comprou ou do ato de comprar?

Ou seja, observe o seu sentimento pós compras para entender melhor quando realiza uma compra por impulso e quando realmente é necessária.

Fazendo compras mais racionais

Para evitar este problema, você deve criar um planejamento financeiro pessoal que envolve fazer compras mais racionais.

Isso acontece quando você gasta menos do que ganha e tem despesas que são realmente essenciais ou que te trazem bons resultados, como felicidade duradoura.

É o caso de uma viagem, por exemplo. Diferentemente de uma roupa que você compra por impulso e quase não vai usar, uma viagem pode ficar em sua memória por anos. 

Assim, avalie o que você considera importante e concentre os seus gastos nesse tipo de despesa.

Planeje seus gastos

Para isso, planeje os seus gastos. Faça um plano de redução de custos e acompanhe os resultados ao longo dos meses.

Você pode usar uma planilha ou aplicativos de celular que te ajudam a identificar os seus gastos e classificá-los.

Estabeleça limite de gastos no cartão

Também estabeleça limite de gastos no cartão de crédito. Uma dica é reduzir o valor desse limite para estar de acordo com a realidade do seu salário.

Ou seja, seja honesto com você mesmo e não tenha uma despesa superior ao que você pode pagar.

Considerações finais

Este texto teve o objetivo de ajudar as pessoas a criarem um estruturado planejamento financeiro pessoal que evite compras impulsivas.

Assim, siga as nossas dicas e faça compras mais racionais para evitar este problema e não perder o controle sobre as suas finanças.

Author

Portal de notícias e de conteúdo diferenciado para nossos leitores fieis. Seja bem vindo e tenha certeza de que o conteúdo separado para você leitor é de extrema qualidade e importância.