• 12/08/2022

O que é necessário para emitir nota fiscal? Conheça as regras e qualifique o serviço da sua empresa

Você sabe o que é necessário para emitir nota fiscal? Nos últimos anos, cresceu o número de empresas que utilizam o documento como comprovante de prestação de serviços. Assim como o …

Sistema solar para condomínios: tudo o que você precisa saber

Quando se trata de instalar um painel solar em um condomínio, primeiro é importante distinguir entre condomínios recém-construídos ou já construídos. Os imóveis recém-construídos vendidos como habitações verdes são basicamente concebidos …

Atribuições e características de uma boa recepcionista

Podemos destacar que a qualidade do recepcionista será sempre testada no trabalho diário. Esses profissionais são o cartão de visitas da empresa, interagindo com vários clientes, cuidando de questões e organizando …

O conceito de seguro de bike vem crescendo nos últimos anos, não só em cidades com altos índices de criminalidade, mas também como uma forma de prevenir acidentes e outros eventos do tipo.

Segundo a Aliança Brasileira do Setor de Bicicletas, os seguros de bicicleta no Brasil cresceram 5 vezes de 2020 até agora. No entanto, será que o seguro de bike convém para mim? Em quais casos vale realmente a pena ter um?

Nesse post analisaremos vários dos principais motivos para contar com um seguro de bike.

Assim, você conseguirá tirar suas próprias conclusões sobre se vale a pena ou não para você. Vamos lá!

O que é um seguro de bike?

Assim como um seguro para um carro ou de vida, um seguro bike é um contrato que oferece uma cobertura para várias situações relacionadas com o uso da bicicleta.

Existem diferentes tipos de cobertura dependendo das necessidades do ciclista e o uso que faz da bike.

Vejamos, então, uma lista de motivos pelos quais vale a pena ter um seguro de bike.

1. Você trabalha com a bike

Sem dúvidas, um dos setores que mais vantagens pode tirar de ter um seguro de bike são os trabalhadores que andam em bicicleta. 

Estamos falando, principalmente, dos entregadores e deliverys.

Se seu trabalho consiste em pedalar durante várias horas ao dia, está mais exposto a sofrer acidentes, roubos, furtos e mais.

Portanto, é muito conveniente contar com um seguro de bike. É uma forma de garantir que seu principal elemento de trabalho esteja coberto para qualquer evento.

Outra vantagem é que você pode contratar um seguro para casos de responsabilidade civil. Dessa forma, a apólice cobre danos físicos ou materiais causados por outras pessoas.

Além disso, a cobertura para terceiros previne um caso onde aconteçam prejuízos físicos e/ou materiais em outras pessoas ou em propriedades e objetos como carros.

Inclusive, existem apólices pensadas exclusivamente para entregadores. Esses seguros oferecem cobertura em situações onde o ciclista se veja impedido de trabalhar.

2. Você é um ciclista profissional

Outro dos setores que mais se beneficia com um seguro são os ciclistas profissionais.

Nesse caso, um seguro de bike garante cobertura não só para possíveis danos que possam acontecer na bicicleta.

Também serve para acidentes ou lesões durante a prática, treinamento ou uma competição.

Algumas das opções mais convenientes para esses ciclistas são as apólices que contam com:

  • serviço de transporte e reboque
  • extensão para transporte internacional (ótimo para competições fora do país)
  • quebra de peças e equipamentos.

A importância do ciclismo profissional para as empresas seguradoras quedou demostrado com a novidade de que Henrique Avancini, ex-líder do ranking mundial de mountain bike, conseguiu o patrocínio do banco Santander.

Foi uma estratégia de marketing do banco para apresentar a cobertura de roubos ou furtos qualificados de bikes.

3. Sua bike é de alta gama

Se você não é entregador nem ciclista profissional, mas é fã das bikes e investiu bastante dinheiro na sua magrela, é uma ótima ideia contar com um seguro.

Isso vale também não só para quem comprou uma bike de fábrica, mas para quem montou a própria bicicleta com peças de qualidade.

Além das opções de cobertura para pedaladas na cidade ou em trilhas, existem opções para roubos ou furtos na própria casa.

Portanto, se você possui uma bike de alta gama, recomendamos enfaticamente que contrate um seguro.

4. Você mora numa cidade com altos índices de criminalidade ou trânsito pesado

Se a bicicleta é seu meio de transporte principal para ir ao trabalho, por exemplo, ou para pedaladas de lazer frequentes, mas mora numa cidade onde está mais exposto a roubos e furtos, um seguro de bike é para você.

Também vale para cidades com trânsito pesado, porque os ciclistas desses entornos urbanos estão mais expostos aos acidentes, sejam próprios ou de terceiros.

Dessa forma, você pode pedalar com mais tranquilidade.

O ideal, nesses casos, é contratar uma apólice com assistência 24h por dia.

E, se você percorre grandes distâncias numa cidade, também seria ótimo contar com transporte e reboque.

5. Você pedalada com muita frequência

Se você adora fazer trilhas ou conhecer novos roteiros todo final de semana, definitivamente convém ter um seguro de bike.

Dessa forma, você garante cobertura caso tenha um problema numa trilha longe de casa.

É importante ler as letras pequenas sempre, seja qual for sua necessidade, mas aqui é mais importante ainda para evitar descobrir, no meio de uma trilha, que o seu seguro não cobre sua atividade.

6. Você faz cicloviagens ou cicloturismo

Em relação ao ponto anterior, se você está planejando fazer um percurso de vários dias, seja no Brasil ou em alguma outra parte do mundo, é muito conveniente contratar um seguro de bike.

Quanto mais longe de casa, mais relevante é a necessidade de contar com uma apólice. Nesse caso, você pode contratar um seguro especial para viagens ou conferir com atenção se o seguro possui cobertura até onde você planeja pedalar.

Algumas dicas

Antes de contratar o seguro de bike, é importante considerar algumas dicas que resumimos a seguir:

  • Estabeleça seus objetivos. Dessa forma, você contratará o seguro ideal para você, evitando gastar dinheiro a mais mas também com uma cobertura de acordo com suas necessidades que não vai deixar você na mão.
  • Compare coberturas. Não fique com a primeira opção.
  • Como falamos no ponto 5, independentemente do uso que você fizer da bike, leia as letras pequenas.
  • Pesquise a reputação da seguradora. Hoje, com as redes sociais, não é difícil descobrir opiniões sobre a seguradora.
  • Contrate um serviço de quem conhece de bike. O seguro de bike ahora está crescendo, e muitas seguradoras começaram oferecer esse tipo de serviços, mas isso não significa que de fato conheçam de bikes. Portanto, contrate um seguro de uma empresa que de fato conheça de bikes.
  • Fique de olho no atendimento. Se a empresa demora para responder quando você estiver pesquisando sobre apólices, quanto demorará então quando você precisar dos serviços?
  • Facilidade de contato e pagamento. Escolha opções que facilitem sua vida. Hoje não há desculpa para estar fora dos serviços digitais ou atendimentos virtuais. Contrate uma empresa que esteja atualizada com as novas tecnologias, mas, principalmente, com suas possibilidades de contato e pagamento.

Por último, sugerimos que você não tenha medo de perguntar.

Sim, um seguro de bike custa dinheiro, mas não é um valor que esteja fora das suas possibilidades.

Além disso, como no caso de uma bike de alta gama ou para quem trabalha com bicicletas, vale muito mais a pena pagar um pequeno valor mensual e ter a tranquilidade de que vai contar com a reposição da sua bike ou das peças, por exemplo, antes do que se arrepender depois.

Você já contratou um seguro de bike? Está pensando em contratar uma apólice mas ainda está com dúvidas? Então deixe seus comentários! Vamos trocar uma ideia para descobrir qual é a melhor opção para você.